A Origem do 6-Sigma


Embora tenha sido formalmente iniciado na Motorola nos anos 80, as raízes do 6-Sigma foram estabelecidas muitas décadas antes. O modelo estatístico subjacente ao 6-sigma foi criado pelo gestor de qualidade americano Joseph Juran em meados dos anos 50, fruto de mais de 30 anos de pesquisa iniciados quando em 1926, terminados os estudos de Engenharia na universidade do Minnesota, ingressa como gestor da qualidade na Western Electrical Company.



Estatisticamente o conceito 6-Sigma representa a variação mínima desejada no decorrer de um determinado processo. Ao reduzir a probabilidade de falhas e defeitos em processos com impacto no cliente o 6-Sigma permite optimizar a relação com o cliente e consequentemente o desempenho da empresa em termos operacionais e financeiros.

Em termos práticos, as organizações que desenvolvem o sistema 6-Sigma têm como meta atingir 3,4 defeitos por cada milhão de oportunidades (ver artigo Melhorando a qualidade com o 6-Sigma), assumindo-se uma oportunidade como todos os momentos em que uma empresa pode falhar durante um processo. A aplicação desta metodologia assenta na implementação de um sistema baseado na medição e monitorização de processos, com o intuito de minimizar os desvios à ‘normalidade’ evitando as consequências nefastas que daí possam advir.

Sendo uma metodologia reconhecido por grandes multinacionais como a Motorola, 3M, Apple Computers, HP, Vodafone ou Dupont, a sua grande divulgadora foi a GE (General Electric), na pessoa do seu líder Jack Welch, foi a principal impulsionadora na utilização da metodologia 6-Sigma assumindo que, durante os primeiros 5 anos da sua implementação, terá beneficiado cerca de 10 biliões de dólares.

Ao combinar diversas ferramentas e técnicas preexistentes numa estrutura mais sistemática e rigorosa, o 6-Sigma representa o desenvolvimento evolutivo de métodos comprovados. Criado com base em capacidades existentes na organização, o 6-Sigma é um método que aproveita as melhores habilidades e talentos da organização, constituindo-se como uma extensão natural das actividades existentes.

No final dos anos 50 do século XX Joseph Juran, conjuntamente com W. Edwards Deming, foram convidados a ensinar os princípios da gestão da qualidade aos empresários japoneses, sendo ambos considerados como os país da revolução da qualidade no Japão.

Algumas das ferramentas mais familiares empregadas pela metodologia 6-Sigma são:


 Em próximos artigos detalharemos cada uma destas ferramentas.

Para mais informações sobre 6-Sigma consulte o artigo "O que é o Six-Sigma (6-Sigma)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como Fazer o Plano de Comunicação do Projeto

PMBOK: Ferramentas e Técnicas - Estimar Custos do Projeto

Como Fazer o Project Charter (Documento de Inicio do Projeto)