quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

MS Project 4 AGILE: Usar o Conceito de Velocidade


No artigo anterior demonstrámos como podem ser adicionados campos à lista Gantt do MS Project para guardar a informação de que necessitamos de forma a transformar esta lista no BackLog de Produto de um projeto AGILE (ver aqui).

Porque o conceito de velocidade é um dos conceitos mais importantes para o  planeamento e controlo de projetos ágeis, neste novo artigo vamos explicar como podemos usar o MS Project para calcular a velocidade de uma equipa SCRUM.

Continue a ler para aprender como pode configurar a tabela Gantt do MS Project de forma a calcular e controlar a velocidade da equipa de projeto.


Gestão de Projetos: O que é?

A gestão de projetos é uma atividade em franco crescimento, a tendência não é de agora, iniciou-se nos anos 90 do século passado, e acelerou com o novo milénio. O Project Management Institute (PMI) estima que entre 2010 e 2020, haverá 6,2 milhões de postos de trabalho de gestão de projetos, só nos Estados Unidos da América.
 
Os gestores de projeto têm a responsabilidade de manter os projetos no caminho certo para que seja bem sucedida a criação de um determinado produto ou serviço. Eles garantem que os projetos terminar a tempo e dentro do orçamento, ao mesmo tempo, satisfazem as necessidades do cliente. A conjugação destes 3 fatores é aquilo a que, em gestão de projetos, se chama de Triângulo Dourado.

Continue a ler para saber mais sobre as várias metodologias que pode usar na gestão de projetos e sobre as fases do ciclo de vida de gestão de projetos.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

MS Project 4 AGILE: Configurar o Backlog do Produto


No artigo anterior explicámos as alterações que devem ser feitas de forma a adaptar o MS Project ao método de trabalho por interações (ver aqui). Essencialmente explicámos o que é preciso fazer para trabalhar com um único calendário de projeto uma vez que, o trabalho em equipa, essencial ao sucesso dos projetos AGILE

Neste novo artigo vamos explicar como se pode alterar a tabela Gantt do MS Project de forma a guardar a informação de que necessitamos para gerir e controlar um projeto SCRUM.

Continue a ler para aprender como pode configurar o MS Project de forma a usar a tabela Gantt para criar o Log de Produto de um projeto ágil.


domingo, 13 de novembro de 2016

Um Elefante na Sala Chamado AGILE


Conhecem a expressão “Um elefante na sala”?

Diz-se sobre uma qualquer realidade perante a qual ninguém se atreve a falar. É algo que se impõe, que é evidente para todos, mas que todos optam por ignorar pensando que dessa forma conseguem evitá-la. O AGILE e a discussão em torno de quais os projetos em que podem ser geridos recorrendo ao AGILE é um pouco como um elefante na sala.

AGILE é um método de gestão que pode ser usado em praticamente todos os projetos e que, inclusive, pode ser usado com vantagens evidentes, em atividades operacionais e em muitas outras atividades e áreas das organizações, e esta realidade é um grande elefante na sala. Senão vejamos.

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Pós-Graduação em Information Security Management



Estão abertas as inscrições para a 2ª edição da Pós-graduação do ISEG/IDEFE em Information Security Management que se iniciará em outubro. Para esta edição temos a possibilidade de fornecer descontos 50% para a administração pública e forças militares. 

Consulte AQUI informação detalhada sobre esta pós-graduação.


terça-feira, 30 de agosto de 2016

Planear os Riscos: Ações de Resposta

O principal benefício em conhecer os riscos que podem afetar o resultado do projeto está em que esse processo de identificação permite conhecer as causas e as características do risco identificado e determinar qual é a melhor solução possível.

Os riscos a que o projeto está sujeito podem ser negativos, naqueles casos em que a concretização do evento prejudica a obtenção dos resultados do projeto, ou positivo, no caso em que a concretização desse evento beneficiará à obtenção dos resultados do projeto. 

Por exemplo, se identificarmos como um risco negativo a probabilidade de chover no dia em que planeamos assistir a um concerto de musica ao ar livre, uma pessoa precavida irá usar esse conhecimento sobre a previsão do tempo para levar para o concerto um casaco, botas e guarda-chuva, de forma a que assim preparado possa usufruir do concerto com o mínimo de incomodo possível.

Depois de identificado um determinado risco negativo as opções de solução que se oferecem agrupam-se nos seguintes 4 grupos:

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

9 Programas de Software Grátis para Gestão de Projetos

Habitualmente o software de gerenciamento de projeto é caro, e vem cheio de funcionalidades que a maioria dos gestores, principalmente aqueles que estão a iniciar-se e têm como responsabilidade gerir projetos de pequena e média dimensão, não usam, nem pensam vir a usar. 

Para quem não tem dinheiro para investir numa ferramenta proprietária (e cara) de suporte à gestão de projetos, deixamos aqui algumas sugestões de ferramentas que, apesar de gratuitas, apresentam um conjunto de funcionalidades que as tornam numa excelente alternativa aos produtos comerciais.



MS Project 4 AGILE: Configuração Ciclos de Trabalho (SPRINTS)


No primeiro artigo ensinámos como configurar o Microsoft Project, para que ele possa ser usado como uma ferramenta de planeamento e controlo de projetos que sejam geridos com SCRUM (ver aqui).

No presente artigo vamos explicar as alterações que devem ser feitas de forma a adaptar o MS Project ao método de trabalho por interações.

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

MS Project Configuração para AGILE (SCRUM)


O Microsoft Project é a ferramenta de gestão mais utilizada pela generalidade dos gestores de projetos. Com a crescente utilização dos métodos Ágeis uma das dificuldades com que os gestores de projeto se debatem reside na necessidade de se habituarem a utilizar novas ferramentas, uma vez que se difundiu o mito de que o Microsoft Project não é compatível com os métodos ágeis de gestão de projetos.

De facto, os princípios do AGILE, nos quais se baseiam os métodos de gestão ágeis, aconselham, e propõem, outros tipos de ferramentas, mas a verdade é que, conforme diz o ditado português, não é o hábito que faz o monge, isto é, não é por usarmos as ferramentas propostas pelos métodos ágeis que estamos a fazer uma gestão ágil de projeto, como não é por usarmos o Microsoft Project que a nossa gestão de projeto é menos ágil.

Tendo isto presente iremos dar hoje á publicação de um conjunto de artigos que ensinam a configurar o Microsoft Project para que este possa ser usado num projeto que seja gerido segundo um dos vários métodos (neste caso o SCRUM) que seguem os princípios do AGILE. Se não está à vontade com os princípios e os métodos ágeis, sugerimos-lhe a leitura prévia dos artigos publicados no blog sobre este tema, pode pesquisar pela AGILE, ou consultar a página Gestão Ágil de Projetos.


segunda-feira, 1 de agosto de 2016

PMBOK: Tipos Contratos Preço Fixo


Tipos de Contratos Preço Fixo
No âmbito dos processos de gestão de aquisições o PMBOK apresenta 3 modelos distintos de contratos: Contratos de Preço Fixo, Contratos de Preço Variável e Contratos de Tempo e Materiais. 

Cada um destes modelos engloba vários tipos de contratos distintos. O modelo de contrato a escolher deve ser o mais adequado à realidade da organização onde o projeto está a decorrer, ás características do projeto e do produto que se pretende criar, e ao setor de atividade em que o projeto se insere.

sexta-feira, 22 de julho de 2016

O que é o Planeamento por Ondas Sucessivas (Rolling Wave)


O conceito de planeamento por ondas sucessivas (rolling wave planning) é referido um par de vezes no PMBOK e é uma técnica pouco usada pelos gestores de projeto tradicionais, habituados a uma fase de planeamento, extensa e exaustiva, antes de dar inicio à execução do plano, e que acham que o planeamento por ondas sucessivas (rolling wave planning) não é mais do que uma concessão do PMBOK aos métodos ágeis de gestão de projetos, e que essa técnica de planeamento não se aplica aos projetos que gerem.

O planeamento por ondas sucessivas é definido no PMBOK como sendo “uma técnica de planeamento iterativa segundo a qual o trabalho que tem de ser feito a curto prazo é planeado em detalhe, enquanto que o trabalho que ira ser realizado a médio ou longo prazo é planeado a um nível mais macro.“ De acordo com esta definição a técnica de planeamento por ondas sucessivas é uma técnica de elaboração progressiva, em que o plano do projeto pode ter vários níveis de detalhe, consoante a data de calendário em que as atividades irão ser executadas.

Para explicar em que consiste o planeamento por ondas sucessivas, e porque é que essa técnica faz sentido no contexto do processo do PMBOK de Definir as Atividades do Projeto, costumo fazer a analogia entre esta técnica e uma tarde de verão na praia. 

Surpreendidos? Continuem a ler que eu explico.