Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2011

WEB 2.0 - Inteligência Coletiva e Partilha de Conhecimento.

Imagem
Apesar de, na internet, ser fácil encontrar exemplos de como, grupos alargados de pessoas trabalham em conjunto, de uma forma surpreendentemente eficaz, numa clara demonstração de como a inteligência coletiva pode ser usada com sucesso (Veja-se os exemplos do Google, Wikipedia ou Threadless) o certo é que a transferência destes modelos para o interior das organizações está agora a dar os primeiros passos.

O exame PMP® vai mudar em 31/Agosto/2011.

Imagem
O exame PMP (Project Management Professional) vai mudar em 31 de Agosto de 2011, com base nos recentes resultados do estudo RDS (Role Delineation Study).

O RDS é um estudo periodicamente atualizado pelo PMI e realizado com o intuito de manter atualizado o perfil típico das atividades diárias executadas pelos gestores de projeto.

Gerir as Aquisições no PMBOK

Imagem
A área de conhecimento Gestão das Aquisições do Projeto inclui os processos relacionados com a negociação e compra dos produtos e serviços a fornecedores externos e subcontratados.

O PMBOK 5 apresenta estes processos do ponto de vista do comprador. O objetivo dos processos incluídos na área de conhecimento Gestão das Aquisições do Projeto é o de planear, contratar e administrar a compra de bens e serviços a fornecedores externos à organização, bem como a subcontratação de recursos, necessários ao projeto e que podem não estar disponíveis internamente.

Cuidado com a Armadilha do Alinhamento.

Imagem
A questão do Alinhamento Estratégico dos Sistemas de Informação das organizações tem estado no centro das preocupações de muitos gestores, o que se tem traduzido numa maior atenção às questões da eficácia em detrimento das questões da eficiência.

Será esta a abordagem correta? Vários autores pensam que não. Existem numerosas evidências de que a excessiva preocupação com as questões de eficácia podem levar as organizações a cair na Armadilha do Alinhamento. Veja o artigo completo no blog TI Especialistas.

Gerir o Risco no PMBOK

Imagem
Risco e incerteza são fatores integrantes de qualquer projeto. Só um gestor de projeto inconsciente não reconhece essa inevitabilidade e não se prepara para a enfrentar. Proceder à James Bond “Chegar, Partir tudo, e Ficar com a mulher bonita” pode ser interessante em filmes, desafiante e até praticável em alguns projetos simples e de pequena dimensão, mas é o caminho para o desastre se aplicado a projetos complexos ou de grande dimensão.

Gerir a Comunicação no PMBOK v5

Imagem
Junte um grupo de gestores que habitualmente exerçam a função de promotor de projetos. Proponha um jogo simples de associação de ideias. Lance o tema “Gestão de Projetos”.

Verá que a grande maioria do grupo responderá com “Prazos”, “Calendário”, “Âmbito”, “Qualidade”. Alguns poderão falar em “Gestão de Expetativas”, outros responderão “Liderança”, mas relativamente poucos referirão “Comunicação”.

Gerir Recursos Humanos no PMBOK

Imagem
Estar juntos é o início. Manter juntos é progresso. Trabalhar em equipa é sucesso
Henry Ford (1863 - 1947)



De acordo com o PMBOK a área de conhecimento Gestão dos Recursos Humanos do Projeto integra todos os processos relacionados com a gestão das pessoas ao longo do ciclo de vida do projeto.

Estando o sucesso da grande maioria dos projetos altamente dependente dos recursos humanos envolvidos, facilmente se compreende a importância que esta área de conhecimento assume, começando desde logo pelo cuidados a ter com a seleção dos elementos da equipa de projeto.

Colaboração com Blog TI Especialistas

Imagem
È com prazer que anunciamos o inicio de uma colaboração, que esperamos longa, com o blog TI Especialistas.
O primeiro artigo publicado tem por titulo "A Importância da Decisão de Cancelar o Projeto" e pode ser consultado no link abaixo.
http://www.tiespecialistas.com.br/2011/07/a-importancia-da-decisao-de-cancelar-o-projeto/

O artigo em causa aborda a sempre indesejada, e frequentemente adiada, decisão de cancelar um projeto. Proceder ao fecho antecipado do projeto é uma decisão difícil mas necessária. Veja no artigo quais as razões que podem levar ao cancelamento e porque tomar essa decisão atempadamente é tão importante.

Gerir os Custos no PMBOK

Imagem
A gestão do custos do projeto inclui os processos envolvidos em estimativas, orçamentos e controlo dos custos, que modo a que o projeto possa ser terminado dentro do orçamento aprovado. Na área de conhecimento gerir os custos do projeto o PMBOK inclui quatro processos, três usados durante a fase de planeamento do projeto (7.1 Planear a Gestão dos Custos de Projeto, 7.2 Estimar os Custos do Projeto e 7.3 Criar o Orçamento do Projeto) e um processo a ser usado no âmbito da monitorização e controlo (7.4 Controlar os Custos do Projeto).

Vejamos com com um pouco mais de detalhe cada um destes processos:

Importância do Conhecimento para as Organizações

Imagem
O conhecimento é uma atividade humana cuja proliferação depende de circunstâncias contextuais e de fluxos estabelecidos de forma individualizada entre os diversos atores. Na medida em que se encontra em permanente mudança é difícil de capturar sendo ainda mais difícil transformar conhecimento implícito em conhecimento explícito.

As tecnologias de informação são um importante instrumento para a gestão do conhecimento. No entanto, as organizações devem ter presente que as funcionalidades dos sistemas a implementar diferem substancialmente consoante os objetivos sejam a codificação de conhecimento explícito, para o qual são necessários sistemas que automatizem a recolha de informação em bases de dados e mecanismos de pesquisa eficazes, ou a disseminação de conhecimento tácito, onde os sistemas mais adequados são os que permitem a personalização e a configuração dos processos de troca de informação com base num ambiente colaborativo.

Gerir o Tempo no PMBOK v5

Imagem
A gestão do tempo do projeto inclui os processos necessários para gerir o fim pontual do projeto. A área de conhecimento gestão do tempo  é composta por sete processos, seis dos quais integram  a o grupo de processos de planeamento do projeto (6.1 Planear a Gestão das Atividades, 6.2 Definir as Atividades, 6.3 Sequenciar as Atividades, 6.4 Estimar os Recursos das Atividades, 6.5 Estimar a Duração das Atividades, 6.6 Desenvolver o Cronograma) e uma faz parte do grupo de processos de controlo (6.7 Controlar o Cronograma).

Nas anteriores versões do PMBOK a área de conhecimento Gerir o Tempo do Projeto não tinha um processo autónomo de planeamento, mas na versão 5 da metodologia, a introdução do processo 6.1 Planear a Gestão das Atividades permitiu harmonizar a metodologia dando-lhe mais coerência, isto é cada uma das 10 áreas de conhecimento do PMBOK passou a ter um processo autónomo de planeamento o que permite ao gestor de projeto e à sua equipa disporem de processos que os ajudam a c…

Especializar é Preciso.

Imagem
À medida que aumenta a maturidade em gestão de projetos das organizações, e que estes assumem um papel de relevo como veículo de implementação da estratégia organizacional, a profissão de gestor de projeto tem vindo a assistir a uma tendência progressivamente mais acentuada para a especialização.

Gerir o Âmbito / Escopo no PMBOK

Imagem
Na gestão de projeto o conceito de "âmbito / escopo" tem uma dupla vertente. 1) Âmbito / Escopo do produto ou serviço que o projeto irá criar (as funcionalidades), o qual pode ser representada pela EFP - Estrutura hierárquica das Funcionalidades do Produto ou Serviço que o projeto se propõe criar, na terminologia inglesa PBS – Product Breakdown Struture; 2) Âmbito / Escopo do projeto (atividades necessárias para concretizar o projeto), o qual é habitualmente representada pela EAP - Estrutura Analítica do Projeto, igualmente conhecida na terminologia Inglesa por WBS – Work Breakdown Structure, e pelo respetivo dicionário da EAP.

O êxito do projeto depende em grande medida da capacidade para executar de forma correta cada um dos processos incluídos nesta área de conhecimento, começando desde logo pela completa e precisa identificação das necessidades do cliente (requisitos) e dos respetivos entregáveis do projeto.

Qualidade de Processo e Produto. Uma Visão Integrada

Imagem
Tanto o PMBOK como o CMMI preconizam que para assegurar a qualidade é necessária uma abordagem integrada da qualidade dos processos e da qualidade do produto. Para além disso, ao distinguirem Controlo de Qualidade (Área de processos de verificação) e Assegurar a Qualidade (Área de processos de suporte), permitem uma clarificação em relação aos objetivos e às práticas relacionadas com a qualidade;

Contudo ambas as metodologias são bastante genéricos nas questões relacionadas com a abordagem à qualidade do produto, limitando-se a enunciar conjuntos de práticas, sem especificar um modelo de qualidade concreto, aplicável às caraterísticas do produto;