PMBOK v5: 11.3 Realizar Análise Qualitativa dos Riscos


Consiste no processo de cálculo da dimensão da ameaça ou da oportunidade. Baseia-se na recolha de informação sobre os resultados possíveis, para cada uma das incertezas identificadas no processo de Identificação dos Riscos do Projeto, de forma a proceder à prioritização dos riscos com base na combinação da probabilidade de ocorrência e do impacto nos objetivos do projeto.

A análise qualitativa de risco inclui os métodos de prioritização dos riscos que foram identificados, de forma a poderem ser definidas as ações de resposta apropriadas. A prioritização dos riscos efetua-se através da combinação entre a probabilidade de ocorrência e o impacto nos objetivos do projeto (ver PMBOK F&T: Avaliação de probabilidades e impacto dos riscos).



Normalmente, a realização da análise qualitativa dos riscos é um meio rápido, e económico, para conhecer quais os riscos em que a equipa de projeto deve centrar o esforço de planeamento das ações de resposta. As organizações podem melhorar eficazmente o desempenho do projeto focando-se na resolução / mitigação dos riscos de prioridade elevada.

A análise qualitativa de riscos é efetuada após os processos 11.1 Planear os Riscos do Projeto e 11.2 Identificação dos Riscos do Projeto e tem como entradas os resultados desses processos (Plano de Gestão dos Riscos e Registo de Riscos), a declaração do âmbito do projeto (detalhe sobre o produto ou serviço que vai ser criado) e os Ativos e Processos Organizacionais.

A análise qualitativa de risco é um processo que, efetuado durante o planeamento do projeto, deve ser reavaliado ao longo da execução do projeto, de forma a garantir que os riscos e as respetivas prioridades, conforme constam do registo de riscos do projeto, se encontram atualizados.



Em termos de impacto, cada um dos riscos identificados deve ser classificado de acordo com uma escala qualitativa. Em termos simples, o impacto pode ser descrito como ”Realmente Mau” ou “Não tão Mau”. Classificar os riscos de acordo com uma escala de impacto permite separar os riscos que pensamos que têm um grande impacto nos objetivos do projeto, daqueles que consideramos que não têm um impacto significativo. O tipo de escala a usar não é indiferente, podemos usar uma escala de 3 níveis (Por exemplo, Alto, Médio e Baixo), podemos usar uma escala numérica (de 1 a 10 ou de 1 a 100). Quanto maior for o numero de níveis mais precisa será a definição do impacto.

O cálculo do impacto deve ter em conta as consequências para os objetivos do projeto, mas também o intervalo de tempo para a resposta (isto é, quando se verifica o acontecimento especificado em determinado risco, quanto tempo temos para que o desencadear da medida de correção de forma a que ela seja efetiva na correção do risco) e a tolerância da organização ao risco. A avaliação eficaz do impacto do risco requer a avaliação aprofundada, a identificação explícita e a gestão das atitudes em relação ao risco dos principais intervenientes no projeto.







11.3 Análise qualitativa do risco
Entradas
Ferramentas e Técnicas
Resultados
Avaliação da probabilidade e impacto do risco
Atualizações do registo dos riscos
Matriz de probabilidade e impacto

Plano de gestão de risco
Dados sobre a qualidade do risco

Registo de riscos
Categorização dos riscos


Avaliação da urgência dos riscos


Opinião Especializada





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

9 Programas de Software Grátis para Gestão de Projetos

PMBOK: Ferramentas e Técnicas - Estimar Custos do Projeto

PMBOK: Ferramentas e Técnicas - Compressão do Cronograma do Projeto